Mais Colunistas
DESIGN PARA OS PÉS

  Foto: geneck.wordpress.com

Depois de muitos anos e coleções de sucesso com os calçados femininos de plásticos MELISSA,  agora a Grendene entra no ramo lançando uma linha para o público masculino. O M:Zero aparece tímido no mercado com apenas dois modelos plásticos, o tradicional com cadarço e um mocassim. O calçado deixa o look com um ar mais despojado e ao mesmo tempo moderno.


A CARA DELES

  Foto: popfurado.blogspot.com

A cartela de cores é bem restrita, passeia entre os tons náuticos e cores clássicas do vestuário masculino. O diferencial fica por conta do material plástico que aparece sob textura fosca ou com flocado imitando camurça. Diferente das Melissas que apresentam muitas versões com aberturas para ventilação, o M: Zero é todo fechado e exige cuidados e carinho com os pés, afinal o cheirinho de tutti-frutti não dura para sempre. O preço médio fica em torno de R$120, adote um e entre no clima da tendência.


PITADAS DE ESTILO

  Foto: thefashionbegan.blogspot.com

O AEF traz para você algumas dicas de tendências para arrasar nos looks e saber aproveitar o melhor na hora de garimpar as lojas. Escolhemos uma série de padronagens que estão em alta no mundo da moda.


Começando pela invasão das bandeiras, principalmente as dos Estados Unidos e Inglaterra. O silk é lançado nas passarelas em várias versões, normalmente com visual diferenciado. Peças com pequenos furos e cara de velhas surgem em formações bem despojadas, como já vimos aqui no link Você na Moda. Nada muito definido, nem com grande abertura de cores. Muitas vezes os desenhos fazem uma releitura de listras e estrelas com formas diferenciadas. Tudo bem básico, sem uso de brilhos ou taxas, algumas vezes apenas pins decorativos bem discretos.


MODA NO AR

  Foto: contigo.abril.com.br

Sem dúvida os balões estão por toda parte. Coloridos, bicolores, cravejados de pedrarias ou feitos de traços simples que parecem rabiscados à mão, não importa. Tanto a estamparia rotativa quanto a localizada vem abusando deste artigo e conquistando a moda infantil e adulta.


LEMBRANÇAS

  Foto: aletrabdesign.blogspot.com

As bicicletas também aparecem nesta onda de temas que remetem ao mundo da infância. Tanto em peças inteiras quanto em detalhes de forros e até mesmo jóias. Os modelos antigos são os mais encontrados.


DOCE TENDÊNCIA

  Foto: modaspot.abril.com.br

Este simpático bolinho conhecido como cupcake conquista cada vez mais adeptos. Além de ser uma delícia ao paladar, também é apetitoso aos olhos de quem vê em artigos de moda. Ele recebeu várias aplicações e conquista principalmente o público mais jovem.     


COR AO VENTO

  Foto: imageshack.us

Para quem prefere se vestir com um ar mais sofisticado, os manchados predominam em todos os modelos e nas mais variadas colorações. O tie-dye juntamente com os jateados abstratos e as mandalas aquareladas dão vida ao seu armário. Escolhendo essas peças curingas você fica atualizada e mais moderna do que nunca.


TENDÊNCIAS TAMBEM PARA OS BAIXINHOS

  Foto: Malwee divulgação

Veja como deixar seu pequeno com um sorriso no rosto e dentro das tendências atuais.


COISA DE GENTE GRANDE

  Foto: manequim.abril.com.br

O mercado de moda infantil cresce rapidamente para atender a demanda, pois cada vez mais as crianças passam a ter o poder de escolha do que querem usar. Desfiles e eventos exclusivos deste setor tornam-se cada vez mais frequentes. Este segmento passou a ser muito mais valorizado pelos empresários da área têxtil. Agora desde a moda bebê até a linha juvenil tem suas próprias tendências e movimentam milhões todos os anos. A alta rotatividade de peças e a necessidade da troca das roupas devido ao processo de crescimento, fazem com que a linha infantil ocupe um lugar importantíssimo no mercado.


GARIMPANDO

  Foto: Deisy da cruz

Algumas peças podem custar mais do que modelos de grifes adultas, mas o bacana é que o infantil sempre aparece com essa carinha fofa onde em todo lugar é possível encontrar algumas coisas legais, independentemente da faixa de preço. Pais, padrinhos, tios e avós corujas podem unir o útil ao agradável presenteando seus pequenos com roupas, acessórios e calçados que fazem a alegria e pesam menos no bolso.


O VISUAL DELAS

  Foto: www.portaisdamoda.com.br

Em uma opção de look feminino infantil super atual não poderia faltar o liberty, aquelas mini florzinhas que já mostramos aqui. Ele está presente em batinhas e vestidos de tecido bem soltos e fresquinhos para o verão. As jardineiras também voltam com tudo na moda menina, muito delicadas, aparecem com franzidos e pregas em lugares estratégicos, deixando as peças com um ar todo romântico. Para a linha de calçados, as rasteiras de várias tiras bem presas aos pés, permitem que a criança brinque confortavelmente o dia inteiro.


O VISUAL DELES

  Foto: www.portaisdamoda.com.br

O espírito aventureiro dos meninos é sempre levado em consideração na hora de se pensar em uma coleção infantil. O estilo aviador vem com tudo nas estampas e modelos de bermudas, com bolsos amplos para que eles possam carregar aquelas coisas todas que só os meninos entendem. Para este verão as sandálias de borracha aparecem em versões bem atuais, com detalhes que brilham no escuro e assinadas pelos heróis preferidos dos desenhos. Muitas vezes ainda acompanham relógios, óculos e lanterninhas, que eles adoram!


A FELICIDADE NOS OLHINHOS

  Foto: palavrasdosol.blogspot.com

Independentemente do presente que você pode dar nesta data tão alegre, o melhor investimento é com certeza o carinho de um bom abraço apertado. Brinquedos, doces e roupas, são freqüentemente os primeiros itens da lista desta criançada, mas o cuidado e afeto são os principais ingredientes para fazer seu baixinho feliz.


CLOGS, BABUCHA, MULES, BABUCHE, BABUCH...

  Foto: tatinsisti.com

A lista de nomes aceitáveis é longa, mas o conceito que este calçado ganha diariamente em revistas e blogs de moda é quase unânime: HORRÍVEL! Eles já foram febre no final da década de 80 e início dos anos 90 e agora ressurgem nas grifes mais conceituadas. A Chanel arriscou, e apesar de muitas críticas, ele começa a calçar pés no mundo todo. Aí vem uma questão bem complicada: Devemos adotar tendências, mesmo que elas não façam muito o nosso gosto, apenas para estarmos na moda? 


REPAGINADOS

  Foto: www.dicio.com.br

Os sapatos pesados saíram do fundo do baú para as passarelas das marcas mais famosas e cobiçadas. Saltos altos de madeira e rebites de metal ressurgem com aplicações de cristais que o tornam (milagrosamente) mais delicados. A altura é uma ótima opção para as baixinhas, que podem abusar desta vantagem.


NUNCA DIGA NUNCA

  Foto: www.yes-weloveit.com

Este foi o ponta pé inicial, agora resta criar coragem e aderir a moda. Depois das calças boyfriend e das gigantescas sandálias meia-pata, agora é a vez das babuchas (onde até o nome é engraçado) entrarem no seu armário. Olhando bem, nem é tão feia assim!



A MODA É DELES

  Foto:thevillager.com/villager_79/marlon.gif

Assim como as mulheres, os homens também passaram por um processo de libertação dos padrões de moda. O look formal do terno era usado em qualquer tipo de ocasião, mas o casual começou a ganhar espaço a partir de James Dean e  Marlon Brando. Isso propagou pelo mundo, outra maneira de se vestir, e o público masculino aceita e adota cada vez mais este segmento.


A EVOLUÇÃO

  Foto:modaparausar.com

A tecnologia têxtil através de suas inovações criou muitas opções de materiais usados para a confecção do vestuário. O guarda-roupa ganhou peças fáceis de lavar, com secagem rápida e que dispensam o ferro de passar. Assim ficou bem mais simplificado o processo de manutenção dessas roupas.


 


O CHARME MASCULINO

  Foto:ego.globo

Apesar do mundo da moda estar mais voltado para o público feminino, os homens vêm ganhando espaço. Saímos de uma época em que as mulheres é que decidiam o que os maridos iam vestir.


O homem atual é decidido, bem resolvido, informado, ligado às tendências, e capaz de fazer suas próprias escolhas.


Isso pede atenção especial com este tipo de consumidor, que se torna cada vez mais crítico e exigente.


Acesse o link Você na Moda e confira dicas do Análise em Foco para vestir bem o homem neste inverno.


O TOP 10 DA MODA CATARINENSE

  Daniel Zimmermann

O desfile do Santa Catarina Moda Contemporânea (SCMS), que ocorreu no último dia 20 de março, foi a catarse da cadeia criativa que move a indústria têxtil catarinense. Desde que estudantes de moda, instituições de ensino e empresas deram as mãos em busca de diferenciação conceitual, o Estado passou a ganhar notoriedade ainda maior como produtor de artigos têxteis diferenciados.


Confira, a seguir, o porquê dessa diferenciação. No Top 10 da Moda Catarinense, elaborado pelas colunistas de Moda do Análise em Foco, estão alguns dos conceitos desfilados no último sábado e que, na opinião da coluna, estão entre os mais brilhantes do circuito catarinense.


Eles trazem o supra-sumo da capacidade que Santa Catarina tem de criar moda. Capacidade que, com o SCMC, está se transformando em excelência conceitual.


A seguir, o Top 10 da Moda Catarinense, na visão das colunistas Deisy da Cruz  e Bianca Custódio:


1) UMA SURPRESA DELICIOSA

  Daniel Zimmermann

Os alunos do Senai Blumenau, em parceria com a Zanotti, surpreenderam deliciosamente o público com sua coleção “6/10 de xícara”. Com uma cartela de cores Nice, o elástico foi mostrado sob forma totalmente inovadora. Cintas-ligas, suspensórios e mangas bufantes incrementaram as lingeries, deixaram o espectador com água na boca. 


(clique na foto para ampliar)


2) UMA COLEÇÃO NADA MODESTA

  Divulgação/SCMC

Teve também quem abusou das formas. A Iriá, representada pelo Senai Rio do Sul, entrou na passarela com ombreiras, drapeados, bordados e até uma mega flor. A história do café apareceu no tema “A conquista do sabor”, e serviu de inspiração para uma coleção nada modesta.


(clique na foto para ampliar)


3) SEDUÇÃO E DELICADEZA, CHAMPAGNE E REALEZA

  Daniel Zimmermann

Sem dúvida alguma, um dos maiores desafios de criação foi lançado pela Buettner, mas os acadêmicos da Furb souberam nobremente criar artigos cama e banho remetidos à corte de Luis XIV. “Champagne – O vinho dos reis” foi a coleção que surpreendeu o público pela forma que mostrou toda a sedução e delicadeza desta bebida através de rendas, veludos e cetim, além de encantar com seus brasões bordados.


(clique na foto para ampliar)


4) TAXAS E PEDRAS PARA A HERING; PREGOS E GRAMPOS PARA A DUDALINA

  Divulgação/SCMC e Daniel Zimmermann

As aplicações nas peças deram um toque todo especial ao desfile. O uso do moletom carregado de tachas, ilhós e pedras foi criação dos alunos do Senai Criciúma para a coleção “Nimue” da Hering. Já o masculino da Dudalina, representada pela Univali, abusou do jeans lavado com detalhes de pregos, grampos e porcas, condizendo com o tema “O homem de Métalon”.


(clique na foto para ampliar)


5) FRANJAS E VOLUMES QUE ENCANTAM

  Divulgação/SCMC e Daniel Zimmermann

As texturas estavam presentes nos desfiles de todas as empresas, mas os olhos do público ficaram encantados com as franjas e volumes que caracterizaram o mar na coleção “Águas do Rio. De Janeiro. De março. De Tom. De Vinícius. Movimento das águas”, das alunas do Senai Brusque representando a Marilua. A Lunender também causou comentários curiosos quando entrou na passarela cheia de bolhas, fazendo jus ao tema “Celebrando o Inusitado”, desenvolvido pelo Senai Jaraguá do Sul.


(clique na foto para ampliar)


6) DETALHES QUE SIMBOLIZAM A RIQUEZA

  Daniel Zimmermann

Presentes em algumas coleções, ícones provinciais ficaram mais em evidência na coleção apresentada pela empresa Kyly, criada pelas alunas da Univali. Peças ricas em detalhes, bordados e capas, fizeram parte dos looks que tinham como principal objetivo representar a riqueza. Com certeza esse objetivo foi alcançado, sendo completado pelo encanto das crianças que desfilaram graciosamente as criações.


(clique na foto para ampliar)


7) A HARMONIA DAS FORMAS E DRAPEADOS

  Daniel Zimmermann

Um ponto muito marcante do evento foram as estampas trabalhadas em estruturas. Meias finas, vestido e sapatos com rotativos fizeram parte do desfile da Lancaster. As criações, das alunas da Udesc, tinham formas variadas e drapeados em perfeita harmonia.


(clique na foto para ampliar)


8) A LUZ QUE SURPREENDEU

  Daniel Zimmermann e Divulgação/SCMC

Outro desafio foram as roupas desfiladas pela empresa Tecnoblu. As peças tinham formas variadas, compostas por vários tipos de tecidos e materiais utilizados na confecção de etiquetas. Uma surpresa foram as peças com pontos de luz, que encantaram e surpreenderam os espectadores. A mistura de formas, estruturas e materiais tornou o desfile muito rico.


(clique na foto para ampliar)


9) RIQUEZA, GLAMOUR E ENCANTO EM SIZE P

  Daniel Zimmermann

As coleções apresentaram muitos detalhes cheios de glamour e encanto. Para representar o tema “Caixinha de música”, a empresa Marisol (Lilica Ripilica) contou com a criação das alunas do Senai Joiville. Muitos tecidos com brilho e aveludados remetiam à riqueza e ao encanto de princesas e bailarinas. Tudo com muito glamour e encanto.


(clique na foto para ampliar)


10) O DESFILE DAS CORES, FORMAS E TECIDOS

  Divulgação/SCMC

O desfile, em seu todo, apresentou um leque de cores, formas e tecidos. Algumas coleções surgiram com peças estruturas, ou mais básicas e minimalistas. Através de um conjunto de conceitos e formas, tivemos um desfile diversificado com criações únicas e criativas. Mas todas buscaram representar de uma forma muito clara o tema escolhido.


(clique na foto para ampliar)


CORES

  Foto: Daniel Zimmermann

Confira fotos do desfile que encerrou a 5ª edição do Santa Catarina Moda Contemporânea (SCMC). Completamente lotada, a passarela da Green Valley rendeu-se à magia do espetáculo, que uniu música, moda e pessoas bonitas em grandíssimo estilo.


Hoje ainda, você confere aqui novas imagens do desfile e a análise das duas colunistas de Moda do Análise em Foco. Não perca.


SENSUALIDADE

  Foto: Daniel Zimmermann

Clique na imagem para ampliar.


OUSADIA

  Foto: Daniel Zimmermann

Clique na imagem para ampliar.


CONCEITO

  Foto: Daniel Zimmermann


Este foi um aperitivo, exclusivo e em primeira mão, que o Análise em Foco ofereceu a você. Amanhã, as colunistas de Moda do portal dirão do que gostaram e o que reprovaram em relação ao que viram na passarela do SCMC. Não perca, somente aqui, no melhor portal de análise e opinião da Web.


 


A PASSARELA É O GRITO DA TENDÊNCIA

 

O Análise em Foco traz para você uma ping-pong de perguntas e respostas que vão ajuda-lo a entender um pouco mais sobre o espetáculo dos desfiles e a cadeia de produção que envolve a realização do Santa Catarina Moda Contemporânea (SCMC):


 


- As roupas que vestem os modelos não são aquelas que se vê depois na rua. Como funciona, então, o processo que transforma o conceito da passarela em conceito de rua?


A moda conceitual de passarela, na qual o SCMC se baseia, é o grito de toda a tendência que faz e vai fazer parte deste universo. Uma grande vitrine viva de idéias. Ela é feita para ser admirada, um momento em que o consumidor passa a ser espectador. É toda a essência que servirá de inspiração para a criação da “moda comercial” que será vendida nas lojas depois.


- Como se dá a interação entre as empresas, as instituições de ensino e os alunos no SCMC?


As empresas e instituições de ensino abrem suas portas, e não somente para aqueles que farão sua coleção, mas sim para todos que participam do projeto. As visitas acontecem em todos os segmentos, inclusive entre os empresários. Além disso, as palestras e workshops fazem uma interação ainda maior, pois dão oportunidade também para os demais alunos.


(Por exemplo: são escolhidos só uns 10 alunos para participar do projeto do desfile, mas isso não impede que todos os outros alunos participem das palestras e workshops. E mesmo que eu seja escalada para fazer o desfile da Hering, por exemplo, eu posso conhecer também a fábrica da Lancaster)


- Os estilistas das fábricas e os estudantes interagem numa boa ou há muitos conflitos de ego?


Eles interagem bem, sim, até porque os estilistas das empresas direcionam suas coleções de forma totalmente diferente. A moda que o SCMC lança é conceitual, não criando conflitos com os desfiles e catálogos que as empresas comumente lançam no mercado.


- Há material à vontade, do tipo tecido, linha, botão, etc, ou a matéria-prima é limitada?


As empresas oferecem aos alunos a matéria prima que fazem uso no seu dia a dia, isso será a base da criação. Depois da apresentação dos croquis de criação, eles tem toda a liberdade de inserir outros materiais, como aviamentos e tecidos diferenciados. A disponibilidade da empresa é fundamental para o resultado final que será apresentado na passarela, e isso não implica em desperdícios e exageros por parte dos alunos. Existem vários tipos de matéria-prima a serem exploradas, e o interessante é que elas mudam de uma empresa para outra. A Lancaster,  por exemplo, faz estamparia rotativa, então os alunos tem a oportunidade de explorar amplamente o quesito estampa.


- O mercado está absorvendo os talentos e as criações reveladas pelo SCMC?


Muitos dos alunos que fazem parte do SCMC acabam trabalhando nas empresas em que foram voluntários. Sem dúvida muitos talentos já foram descobertos. Trazer o projeto agregado ao currículo, por si só, já é um importante diferencial.


- O SCMC é mesmo único na América Latina? Por que?


É único, sim. Não existe nenhum projeto de porte semelhante que faça essa profunda interação entre alunos, instituições e empresas. Existem, sim, muitos eventos de moda, inúmeros desfiles mostrando coleções, mas todo o desenvolvimento acontece dentro da própria empresa, com seus funcionários.


No SCMC, não. Um elemento externo, o aluno, passa a participar da vivência da marca, que oferece todas as condições de trabalho e abre as portas da empresa para algo inovador. É uma troca mútua de experiências.


- O que mudou na indústria catarinense, na prática, na fábrica, na confecção, depois do SCMC, ou seja, nos últimos 5 anos?


O SCMC abriu os olhos de muitas empresas, não só catarinenses. Essa abertura possibilitou maior conhecimento sobre as marcas, e a troca de informações enriqueceu todos os setores (empresa/instituição/aluno). A indústria têxtil pode ter uma visualização mais horizontal do mercado, e aprendeu a ter melhor posicionamento nas estratégias de organização e criação. A concorrência passou a ser uma vitrine de ideias e oportunidades.


- As empresas da cidade e do Estado apostam de verdade no SCMC? E as escolas? E os alunos?


Os alunos realmente se dedicam ao projeto, é um ano de muita pesquisa e criação. Aprendem a trabalhar em equipe e compartilhar opiniões. As instituições de ensino fazem sua colaboração através do auxílio dos professores, sempre prontos para orientar e direcionar ideias.


Para as empresas também é um excelente oportunidade de mostrar sua cara através de meios que muitas vezes não teriam chance na sua rotina de trabalho (moda conceitual). Sem dúvida nenhuma, a repercussão do SCMC só traz pontos positivos. 


SANTA CATARINA MODA CONTEMPORÂNEA: COLEÇÕES INOVADORAS E SURPREENDENTES

  Foto: www.scmc.com.br

O Santa Catarina Moda Contemporânea é um projeto único em toda a América Latina, servindo como um elo entre as indústrias têxteis, acadêmicos e instituições de ensino.


Depois de aproximadamente um ano de pesquisa e muito trabalho, recebendo sempre as orientações do estilista e diretor de Criação Mario Queiroz, os alunos finalmente fazem a apresentação de suas coleções inovadoras e surpreendentes.


Workshops, visitas fabris, thinkings e palestras acontecem durante todo o decorrer do projeto, alimentando ainda mais as ideias e aperfeiçoando os processos.


O envolvimento vai dos alunos até os empresários, e o ápice acontece com um mega evento, onde são desfilados os looks finais de todo este trabalho criativo.


 


QUEM FAZ O SCMC:

  Foto: www.scmc.com.br

A 5° edição do SCMC reúne as empresas: Buettner, Dalila Têxtil, Dudalina, Hering, Iriá, Kyly, Lancaster, Lunender, Marilua, Marisol, Soutex, Tecnoblu, Villa Têxtil e Zanotti.


Conta ainda, com o trabalho criativo de alunos de várias instituições de ensino, são elas: Assevim, Furb, Udesc, Uniasselvi, Unifebe, Univali, Univille e Senai.


CORPO TÉCNICO DO SCMC

Presidente: Jaison Bogo (Iriá)


Vice-Presidente: André Luis Klein da Silva (Dalila)


Diretor Financeiro: Alfredo Fantoni (Villa)


Gestão Operacional: Amélia Malheiros (Hering)


Capacitação: Maria Izabel Costa (UDESC)


Comunicação: Bianka C. Frisoni (UNIVALI)


Conselho:Cristiano Buerger, Giuliano Donini e Rui Souza


Diretor de criação: Mario Queiroz


 


LIBERTE-SE E VISTA-SE BEM NESTE VERÃO

  Foto: Daniel Zimmmermann

Confira a seguir o editorial de moda que o Análise em Foco produziu, com exclusividade, para retratar o mais legítimo homem urbano, que vive nas cidades, que nela se diverte e trabalha, que nela constrói sua imagem. Fomos a pontos tradicionais do urbanismo blumenauense, como prédios e estações abandonadas, pontes, túneis, calçadas, viadutos, símbolos arquitetônicos. Ali vestimos os modelos do editorial com o que há de mais atual em termos de tendência para o Verão 2009/2010.


Abaixo, você encontrará mais de 100 fotos, com lugares, situações e roupas diferentes. Descubra com a qual você mais se identifica. (clique nas fotos para ampliá-las   


DOMINGO À TARDE, NA VILA GERMÂNICA

  Fotos: Leiry Garcia

OLHANDO DA PONTE

  Foto Daniel Zimmermann

SAIBA O QUE VEM COM TUDO, PARA OS HOMENS, NESTE VERÃO

  Fotos: Daniel Zimmermann

A sobreposição, peças listradas aparece em polos, camisas, calças, bermudas. É o forte da estação. (clique na foto para ampliar)


Ficha Técnica:


Camisa Pólo da Base R$ 119,90;


Calça jeans da Base R$ 219,90.



OS TECIDOS E AS CORES DA ESTAÇÃO

  Foto: Daniel Zimmermann

Estão na crista da onda os tecidos naturais como linho e algodão. Use cores claras como branco, rosa e azul. Dependendo do lugar em que trabalha, as camisas de manga curta são ótimas opções.


Ficha Técnica:


Camisa da Base R$ 99,90


Bermuda jeans da Frilley R$ 99,90


Cinto da Individual R$ 66,60



SEJA CASUAL, MAS COM ELEGÂNCIA

  Fotos: Daniel Zimmermann

Casual não significa esportivo ou relaxado. É usada por aqueles que podem dispensar o terno, mas que, ainda assim, precisam mostrar um pouco de elegância.


 


BERMUDA PRA QUE TE QUERO

  Fotos: Daniel Zimmermann

Hoje, a bermuda é não apenas usual, mas uma das peças mais importantes entre os lançamentos para a próxima estação.
O comprimento ideal para a cidade é na altura dos joelhos. Detalhes como barras dobradas e abotoamentos especiais atualizam os tradicionais modelos cargos e bermudões de skatistas.(CLIQUE NA FOTO PARA AMPLIAR)


Ficha Técnica:


Produção de moda: Juliana Temes


Make up: Thabata Garcia e Silva


Locação: Ponte de Ferro


.


FRESCOR E CONFORTO NA ESTAÇÃO

  Foto: Daniel Zimmermann

Na praia ou em outros locais onde mais transpiramos é importante que estejamos preparados com peças de roupas capazes de aderir este suor. Para isso, nada como bermudas e outras peças com tecnologia para isso, além de outros tecidos ou malhas frescas para evitar o excessivo calor.


Ficha Técnica:


Locação: Antiga estação de trem.



MICROFIBRA PARA O DIA A DIA

  Fotos: Daniel Zimmermann

A microfibra, por exemplo, é agradável à pele e tem ótima absorção da umidade.(clique na foto para ampliar)


Ficha Técnica:


Camisa da Base, R$ 59,90


Bermuda Micro-Fibra, da Urban Man R$ 59,90


Sapa-tênis, da Urban Man R$ 129,90


Locação: Antiga estação de trem.


 



CONHEÇA O EASY

  Fotos: Daniel Zimmermann

O estilo easy (descontraído, fácil, em inglês) é uma aposta para homens que querem estar bem arrumados sem perder o conforto e a originalidade. O easy traz um jeito descomplicado, folgado, com cores básicas como o cinza, branco e preto e sem nenhuma pretensão.


A novidade vem das jaquetas e das camisas de chambray,(camisa cinza da Docthos), um algodão que lembra o jeans, muito usado na década de 80.


Ficha Técnica:


Camisa (branca) da Base, R$ 99,90


Bermuda da Frilley, R$ 99,90


Cinto da Individual, R$ 66,60


Camisa da Docthos, R$99,90


Bermuda da Convicto, R$ 179,90


Locação: Ponte de Ferro e Túnel.



A ELEGÂNCIA DO BRANCO

  Fotos: Daniel Zimmermann

A próxima estação é feita de muitas peças brancas. Apesar de muitos homens ainda resistirem a usar um look todo branco, não sei por que,  ele, além de mais fresco, o branco é elegante e, de uns tempos para cá, pode ser usado até em eventos noturnos. As cores primárias fortes como o vermelho e azul também prometem aparecer com força no verão.


Ficha Técnica:


Bata da Base, R$ 159,90


Calça jeans da Base, R$ 219,90


Locação: Castelo Eventos e Ponte dos Arcos.


VOCÊ E A MODA

  Fotos: Daniel Zimmermann

O importante é  adequar a moda a você, ao seu estilo e a sua rotina diária, sem perder a elegância.


Ficha Técnica:


Bata da Base, R$ 159,90


Calça jeans da Convicto, R$ 179,90


Produção de moda: Juliana Temes


Make Up: Thabata Garcia e Silva


Locação:Castelo Eventos



QUE TAL CURTIR UM HAPPY HOUR COM ESTILO E MUITO CHARME?

  Foto: Daniel Zimmermann

Após um dia exaustivo de trabalho, nada como relaxar com os amigos em um bar ou em um bom café. Aproveitando o look do trabalho, é simples estar bem arrumado, com alguns macetes da moda. Confira abaixo as dicas.


Acessorize!

  Foto.:Kimandra

Entre os acessórios de inverno, que dão ao look feminino um acabamento a mais, podemos destacar lenços, óculos, chapéu, pulseiras,etc. O costume de usar essas peças pode ser notado desde a antiguidade, quando as rainhas, principalmente, e outras pessoas da nobreza, utilizavam estas peças (geralmente muito valiosas) para designar o poderio que tinham sobre outras classes. O ouro, os diamantes e outras pedras preciosas sempre foram sinônimo de muito glamour e sofisticação.


Autênticas bijoux

  Foto.:www.googleimages.com

Com as avançadas tecnologias, foi possível criar as bijoux; peças de brincos, anéis e afins que imitam as jóias originais. Dependendo da qualidade, a semelhança pode ser tanta que o brilho e a luz que estas proporcionam substituem igualmente as caríssimas jóias reais, e o mais interessante, por preços pra lá de singelos! A febre que invadiu as últimas tendências foram as bijoux artesanais, geralmente brincos e pulseiras feitas de pedras, cristais swarovski e outros materiais. Fica ótimo para combinar com peças de roupas mais básicas como regatas lisas e um jeans com lavagem mais diferente. Ideal para qualquer ocasião.


Proteja-se do frio com estilo!

  ...o interessante é investir em cachecóis,e para as pernas, as polainas.

Além das bijoux/jóias englobam também a turma dos acessórios os prendedores de cabelo, tiaras, flores, broches, lenços, cintos, bolsas e sapatos. E todos sempre são muito bem vindos na maioria das estações. No caso do inverno, onde o corpo tem que estar mais coberto devido ao frio, o interessante é investir em lenços e cachecóis que cobrem o pescoço da maneira mais charmosa! E para as pernas, as polainas são bem vindas para utilizar com mini saias, vestidos curtos... Uma opção a mais para um visual informal, porém bem arrumado. Mas atenção! Lembrando que estas combinam apenas para as mais jovens, ou a quem já é adepta a um visual mais despojado. Combinando-as com botas de salto médias ou mais baixas, o visual fica semelhante da foto ao lado. Mas para isso, a calça deve ser colocada para dentro da mesma, podendo esta ser uma skinny ou legging.


Dupla originalidade

  www.orkut.com.br/Main#Profile.aspx?origin=is&uid=5849881553909683314

A tendência está no acessório artesanal. E para comentar de quem mais entende disto, a dupla Bruna Feliponi e Vanessa Debastiani são empreendedoras neste mercado, pois recentemente lançaram a Flor de Lírio, marca de acessórios customizados por elas mesmas e que já estão à venda em algumas lojas, como a Lola Home Bazar (em Blumenau) e a Eva Filó (em Timbó). Donas de uma criatividade exuberante, ambas já estão fazendo sucesso na região. A intenção de cada peça que realizam, é que cada uma seja única e exclusiva, sendo feita de acordo ao estilo e gostos de cada pessoa. As imagens da figura ao lado são todos modelos realizados por elas e muitos já vendidos. Para garantir o seu, você pode entrar em contato por Orkut, buscando ambos os nomes ou logo pelo site que em breve  será lançado.


 


Bolsas para todas as ocasiões

  Foto.:intuitifnews.blogspot,Bolsa EckoRed,Bolsa Victo Hugo.

A tendência para este inverno quanto às bolsas ficou baseada naquelas de alças mais curtas, onde se pode usá-las sobre os punhos. Para o dia a dia, onde carregamos maior quantidade de objetos dentro delas, as maxibolsas, por mais que estejam começando a perder a cena para as menores, não tem jeito, são as mais indicadas, principalmente para as que passam a maior parte do dia fora de casa, e por isso,tende a levar parte de seu guarda-roupa dentro dela.  Assim, para investir bem sem gastar muito, estas bolsas precisam ser coringas, ou seja, versáteis e que combinam com tudo. As cores indicadas para isso são preto, bege (em qualquer tom) ou até branca. Os modelos podem ser variados, dependendo do gosto de cada uma. Já para sair à noite, o melhor é levar apenas o que será necessário. Um celular, carteira e só. Além de ser mais seguro, é mais elegante. Não há como utilizar uma roupa mais formal com uma bolsa grande qualquer. Esse tipo de look chama algo mais simples, fino e menor. Com certeza, algo mais chique! Por outro lado, algumas marcas também apostaram em bolsas mais alternativas, que às vezes de tão detalhadas, os acessórios como brincos e pulseiras precisam ser limitados. São super diferentes, e para variar entre as básicas, é sempre interessante ter uma destas no seu arsenal. Dessa forma, você pode quebrar o básico, alternando com algo irreverente.


 


Acessórios

 
E quanto aos acessórios? Estas peças, que dão aquele acabamento charmoso ao seu look, podem ser tiaras com flores e/ou penas, chapéus, boinas, faixas de cabelo (lisas ou estampadas), tirinhas de courino atadas na cabeça à la hippie, lenços no pescoço, formando um laço ou nó, cachecóis, polainas, broches para os casacos e algumas flores avulsas vintage como um detalhe na blusa ou no blazer.


Todos os direitos reservados © Copyright 2009 - Política de privacidade - A opinião dos colunistas não reflete a opinião do portal