Mais Colunistas

O que você achou do que leu na coluna? Comente

Compra de Usados

Depois de encontrar o desejado "novo carro usado”, vem a dúvida: como saber se esse veículo, já rodado nas mãos de outros, vai nos trazer dores de cabeça? Saber disso antes de fechar o negócio, diga-se de passagem!
Já existem empresas especializadas em verificação de usados, quanto à originalidade da pintura, das peças em geral, numerações etc. Um trabalho de perícia, que pode detectar partes já reparadas
ou adulterações. Fala-se num custo de R$ 100 a R$ 200 para um laudo atestando a originalidade do veículo.
Você mesmo pode evitar trazer para casa um “mico ambulante”
tomando alguns cuidados:

1- Não compre o carro que já foi visivelmente batido. Digo visivelmente porque o conserto que deixou rastros, marcas ou ondulações, indica que o
acidente foi severo. As conseqüências da colisão vão estar ali.É fato que a parte mecânica de um
carro ex-acidentado vem no mesmo estado, ou seja, tudo por fazer. Água e pó entrarão com facilidade e uma perfeita geometria não será mais possível. Pequenos retoques relativos a arranhões ou amassados de pequeno porte não precisam ser levados em conta.

2 - Sempre faça um “test drive”, tanto em bom asfalto, para ouvir ruídos de transmissão ou rolamentos, como em paralelepípedos, para sentir o quanto ele está “firme” ao sacudir. Problemas de suspensão aparecerão nessa hora.

3-O desempenho ao acelerar deve ser perfeito.Lembre que um motor fraco ou engasgando pode estar escondendo problemas caros de se resolver, do contrário o próprio vendedor ou comerciante já o teria sanado.

4-Se possível, leve o carro a uma oficina onde você possa olhá-lo por baixo com ajuda de um elevador, além de obter a opinião de um profissional.

5 - Juntas novas no motor indicam reparos recentes. Um motor que nunca foi aberto é sempre mais garantido, pois se foi aberto algo grave pode ter acontecido, como superaquecimento ou falha de lubrificação, por exemplo.

6 - Depois de escolher o modelo que deseja, procure olhar várias opções, não  abrace o primeiro que achar. Quando acontece essa “paixão à primeira vista”, a pessoa fecha os olhos aos defeitos, às vezes evidentes, e se arrepende depois.

7 - Os motores dos carros à venda estão sempre lavados, então os
possíveis vazamentos não aparecem de imediato.Tente exigir garantias nesse sentido.

8 - Evite comprar modelos que tiveram pouca duração na linha de
montagem, ou mesmo os equipados com motores já fora de produção há muito tempo. A manutenção será mais cara e sofrerá com a falta de peças. Esses “elefantes brancos” têm preço acessível, pois são difíceis de revender. Os mecânicos sabem muito bem quais são eles, pergunte ao de sua confiança.


 


+ Artigos
Murilo Bacca
Formado em contabilidade e egresso do curso de Administração de Empresas da Universidade Regional de Blumenau (Furb), trocou a sala de aula pela oficina por paixão. Apostou na realização pessoal fazendo o que sempre sonhou. Dedicado à leitura e à redação, é agora o mecânico intelectual do Análise em Foco. Dirá, aqui, tudo o que você precisa saber sobre automóveis.
Todos os direitos reservados © Copyright 2009 - Política de privacidade - A opinião dos colunistas não reflete a opinião do portal