Mais Colunistas

O que você achou do que leu na coluna? Comente

INFOFAIR RESGATA TRADIÇÃO BLUMENAUENSE EM EVENTOS DE INFORMÁTICA
Quinta-Feira, 11 de Setembro de 2014

Mesmo registrando visitação inferior à esperada, a primeira edição da Infofair Brasil Congresso e Feira Brasileira de Produtos e Serviços, Softwares, Tecnologias de Informação e Segurança Eletrônica, recebeu uma avaliação positiva por parte da empresa promotora, empresários, patrocinadores e entidades apoiadoras da feira. Na análise geral, Blumenau resgatou sua tradição na promoção de feiras de informática – hoje a única existente em Santa Catarina. Ao longo de quatro dias, 5.902 pessoas passaram pelo Setor 2 da Vila Germânica, onde ocorreu o evento.


O diretor da Via Ápia Eventos, que promoveu a feira, informa que uma pesquisa foi desenvolvida por instituto blumenauense


– Vamos aguardar os resultados que darão o norte para as próximas edições – observa Julio César de Oliveira.


Além do resgate de uma feira de tecnologia, o empresário destacou como positivo o alto nível dos conteúdos do congresso e da Semana de TI da Associação Empresarial de Blumenau (Acib), enalteceundo a importância do concurso Infoideias.


Vitrine


Na análise do diretor executivo da Acib, Charles Schwanke, que também dirige o Instituto Gene, incubadora de empresas de software de Blumenau, a Infofair é um evento importante para destacar as empresas de informática da cidade e da região. Lembrou também que é a única de Santa Catarina, servindo como vitrine para todas as empresas catarinenses do setor.


Schwanke salientou a satisfação dos expositores, após conversar com empresários do Gene e do Núcleo Web da Acib.  


– Todos fizeram bons contatos. A feira deu visibilidade às empresas – resumiu.


Os temas das palestras e o Infoideias também mereceram análise positiva por parte do dirigente, além do Museu da Informática que atraiu um grande número de visitantes.  


– Nossa torcida é para que a Infofair cresça e se consolide – finalizou.


Anel inteligente


O projeto "Atar Ring", desenvolvido pela empresa Atar Technologies, propondo que todos os seus dados pessoais (senhas, cartões de embarque em ônibus, etc.) estejam armazenados em num anel inteligente, dispensando o uso das mãos para acioná-los, foi o vencedor do Concurso Infodeias.


A análise e o julgamento dos trabalhos ocorreram na noite de sábado, na Infofair Brasil. A empresa HBIS e o Sebrae apoiaram o evento.


(Com informações da assessoria de imprensa da Infofair)

O que você achou do que leu na coluna? Comente

TECNOLOGIA DE BLUMENAU LIDERA NICHO DE MERCADO
Sexta-Feira, 08 de Novembro de 2013

Há cinco anos no mercado de Tecnologia da Informação, a GETT Tecnologia, de Blumenau (SC), apostou em uma solução para a área de comércio exterior e já tornou-se referência no mercado. No terceiro trimestre, cresceu 45%, em comparação com o período anterior.


De acordo com um dos sócios da empresa, foram 26 novos contratos no período, fechados com empresas de diferentes regiões do país.


– O principal estado em que a GETT expandiu seus negócios neste trimestre foi Santa Catarina. Mas também estamos presentes no Sudeste, principalmente em São Paulo – constata Ricardo Stevam.


Além dos novos clientes, a empresa também focou esforços em melhorias do SMARTER, sistema que é o carro chefe da fabricante blumenauense de software. O objetivo, segundo Stevam, é fechar 2013 com uma carteira de 200 clientes, em todo o território nacional. Atualmente são 150.


O foco principal do SMARTER é a emissão de notas fiscais. Integrado com o Siscomex, o sistema reduz o tempo de digitação e trabalho manual, fazendo com que uma declaração de importação se torne uma nota fiscal de saída em apenas alguns cliques. Hospedado em nuvem e 100% online, a ferramenta é modular e personalizável, cada cliente escolhe os módulos que lhe convêm e a GETT faz a padronização das regras de negócio.


LIDERANÇA


A GETT Tecnologia apresenta-se como líder nacional em sistemas de nota fiscal eletrônica para empresas de Comércio Exterior. Fundada em 2008, em Blumenau, o foco da empresa está concentrado no desenvolvimento de sistemas que resolvem problemas reais, simplificam os processos e substituem o trabalho manual, aumentando a produtividade e melhorando a qualidade da gestão de seus clientes.


Com mais de 150 clientes no Brasil, a GETT atende a importadoras, distribuidoras de importados, exportadoras e despachantes aduaneiros, que, no total, já somam mais de 20 mil declarações de importação processadas e mais de 60 mil horas de trabalho manual economizadas.


+ Artigos
Todos os direitos reservados © Copyright 2009 - Política de privacidade - A opinião dos colunistas não reflete a opinião do portal