Mais Colunistas

O que você achou do que leu na coluna? Comente

O CELULAR MOVIDO A COCA-COLA

Parece brincadeira, mas não é. O designer Daizi Zheng desenhou um aparelho celular ao melhor estilo “Eco Friendly” para a Nokia. Trata-se de celular que usa a eletricidade proveniente de carboidratos e enzimas existentes na Coca Cola.
O conceito é usar a bateria bio para substituir a tradicional e criar um ambiente livre de poluição. Usando esse tipo de bateria no celular, as pessoas só precisarão de uma lata de refrigerante para “carregar” o celular. Essa bateria tem capacidade de operar 3 ou 4 vezes mais em uma única carga quando comparado com as baterias convencionais.
As baterias “bio” são pesquisadas a anos e em breve deverão estar no mercado de forma  comercial. Resta saber se o preço da coca cola vai aumentar quando esse celular chegar ao Brasil, pois aqui, segundo a Nacional de Telecomunicações (Anatel) registrou-se 152,36 milhões de assinantes de celulares em fevereiro de 2009. Se cada um utilizasse uma latinha de Coca para abastecer o celular em um único dia, seriam mais de 53 milhões de litros do refrigerante, acha pouco?


 

O que você achou do que leu na coluna? Comente

O WINDOWS 7 SERÁ MELHOR QUE O VISTA?

O Windows 7 parece mesmo ser melhor do que os anteriores. E, apesar de não te-lo testado ainda, posso dizer que já ouvi falar muito bem dele! Em entrevista recente, o presidente-executivo da Microsoft, Steve Ballmer, afirmou que ele será como o Windows Vista, mas muito melhor.


A fonte abaixo (http://pt.wikipedia.org/wiki/Windows_7) mostra os principais detalhes, fiquem por dentro:


Recursos adicionados e melhorias:


- Interface gráfica aprimorada, com nova barra de tarefas e suporte para telas touch screen e multi-táctil (multi-touch), Internet Explorer 8, Novo menu Iniciar, Nova barra de ferramentas totalmente reformulada


- Comando de voz (inglês), Leitura nativa de Blu-Ray e HD DVD, Gadgets sobre o desktop, independentes da Sidebar, novos papéis de parede, ícones, temas etc


Conceito de Bibliotecas (Libraries), como no Windows Media Player, integrado ao Windows Explorer


- Arquitetura modular, como no Windows Server 2008, Faixas (ribbons) nos programas incluídos com o Windows (Paint e WordPad, por exemplo), como no Office 2007, Aceleradores no Internet Explorer 8


- Aperfeiçoamento no uso da placa de vídeo e memória RAM, UAC personalizável, Home Groups, melhor desempenho, Windows Media Player 12, nova versão do Windows Media Center


- Gerenciador de Credenciais, Boot otimizado e suporte a boot de VHDs (HDs Virtuais)


Instalação do sistema em VHDs, nova calculadora, com interface aprimorada e com mais funções


- Reedição de antigos jogos, como Espadas Internet, Gamão Internet e Internet Damas, Windows XP Mode, Aero Shake


Recursos removidos


Apesar do Windows 7 conter muitos novos recursos, um número de capacidades e certos programas que faziam parte do Windows Vista não estão mais presentes ou mudaram, resultando na remoção de certas funcionalidades. Mesmo assim, devido ao fato de ainda ser um sistema operacional em desenvolvimento, nem todos os recursos podem ser definitivamente considerados excluídos. Segue-se uma lista de recursos que estavam presentes no Windows Vista mas foram removidas no Windows 7 Beta:


Ferramentas da interface gráfica, incluindo:


- O miniplayer do Windows Media Player foi substituído pelo novo recurso Jump list


- Fixar navegador de internet e cliente de e-mail padrão no menu Iniciar (programas podem ser fixados manualmente)


- A capacidade de desabilitar o agrupamento dos botões similares na barra de tarefas


- Exibição do número de botões combinados na barra de tarefas


- A capacidade de desligar a pré-visualização das janelas na barra de tarefas


- Advanced search builder UI.


- A capacidade de desabilitar a propriedade "Sempre no topo" da barra de tarefas


- O menu de contexto dos botões da barra de tarefas foi substituído por Jump Lists, assim as opções Restaurar, Mover, Tamanho, Minimizar e Maximizar foram movidas para o menu de contexto da respectiva miniatura da janela


- Expandir a área de notificação horizontalmente (ícones aparecem em uma nova mini-janela)


Alguns recursos do Windows Media Player:


- Editor de tags avançadas, Colar arte do Álbum, Auto playlist, Windows Photo Gallery, Windows Movie Maker, Windows Mail e Windows Calendar foram substituídos pelas suas respectivas contrapartes do Windows Live, com a perda de algumas funcionalidades.


- Os filtros da web e relatório de atividades foram removidos da ferramenta de controle parental. Essas funcionalidades foram substituídas pelo Windows Live Family Safety


- Os protetores de tela Aurora, Windows Energy e Windows Logo


- Software Explorer do Windows Defender


- Gerenciador de mídias removíveis, Windows Meeting Space, InkBall, teclado numérico do Teclado Virtual


- Microsoft Agent 2.0 Technology


- Windows Sidebar (substituído por Desktop Gadget Gallery)


Compatibilidade


A Microsoft afirmou que o Windows 7 terá plena compatibilidade com drivers e aplicações. Portanto, não se reproduzirão as incompatibilidades e problemas que aconteceram ao se usarem programas que funcionavam com perfeição no Windows XP e não funcionaram no Windows Vista.


Em 24 de Abril de 2009, a Microsoft revelou que o Windows 7 (versões Enterprise e Ultimate apenas) terá o Windows XP "embutido", na forma de um modo virtual, similar ao ambiente Classic, do Mac OS X, disponível como download separado.[9]


Windows XP Mode


Conhecido também por XPM é a mais nova ferramenta do Windows 7. Consiste em virtualizar o Windows XP, não apenas em modo de compatibilidade como nas outras versões do Windows, mais como num todo, como a execução do código fonte em um Windows XP "de verdade". Este recurso, promete resolver questões definitivamente como a incompatibilidade não resolvida pelo recurso nativo do Windows Vista por exemplo, que apenas emula parte do código do Windows XP, e também, o abandono definitivo do Windows XP, já que agora, programas incompatíveis com o Windows Vista e 7 até a Build 7100 (RC), já estarão funcionando perfeitamente quando a ferramenta entrar em acção. Este recurso está presente nativamente a partir da versão RC do Windows 7 em inglês, e em versões como em Português, deve ser baixada separadamente no site da Microsoft.


Críticas - Interface gráfica


Uma das críticas que o Windows 7 tem recebido de especialistas é que sua nova interface, em especial a nova barra de tarefas, seria similar ao dock utilizado pela Apple no MacOS X. Outros especialistas também apontam notáveis semelhanças entre a interface do Windows 7 e o KDE 3.0, ambiente gráfico de várias distribuições Linux lançado em meados de 2004. Em ambos os casos, a Microsoft rebate as acusações, afirmando que a barra de tarefas é inspirada no Windows 1.0.


No início de Fevereiro de 2009, dois jornalistas da ZDNet da Austrália saíram às ruas e apresentaram o KDE 4.2 como sendo o Windows 7 à população. Os entrevistados afirmaram que o "novo Windows" era mais rápido, estável seguro e, alguns chegaram a dizer que certamente migrariam.


Requisitos do sistema


A Microsoft publicou os Requisitos mínimos do Windows 7. Os Requisitos do Home Premuim/Professonal/Ultimate para a arquitetura de 32 bits são quase os mesmos requisitos para edição Premium do Windows Vista, mas a versão de 64 bits é consideravelmente mais elevado. A Microsoft lançou um aplicativo chamado upgrade advisor, que examina um computador para ver se é compatível com o novo sistema operacional.


+ Artigos
Todos os direitos reservados © Copyright 2009 - Política de privacidade - A opinião dos colunistas não reflete a opinião do portal