Mais Colunistas

O que você achou do que leu na coluna? Comente

LIVRO RELATA TRAJETÓRIA VENCEDORA DE EMPRESÁRIO QUE SUPEROU PERDA PRECOCE DO PAI
Quarta-Feira, 11 de Outubro de 2017

Algumas pessoas merecem ter suas vidas guardadas nas páginas de um livro para a posteridade. Pessoas que, de alguma maneira, cumpriram seu propósito deixando um legado, em virtude do seu trabalho e da sua forma de ajudar o crescimento do próximo. Um destes indivíduos é o empresário Tarcísio Pegoretti, que lança, no dia 26 de outubro, na Fundação Indaialense de Cultura (FIC), o livro Um livro, uma vida e uma história... o sucesso de quem se dispõe a ensinar. A obra, escrita em parceria com Christina Baumgarten, da HB Editora, é uma biografia do que ele tem feito desde que se entende por gente. Já pequeno, o autor demonstrava forte veia empreendedora e vontade para trabalhar.

Seguindo sua filosofia de envolver seus funcionários nos negócios, ele criou o concurso cultural Criando Fora da Caixa. Quem quisesse participar, precisava desenhar uma capa para o livro, com o vencedor ganhando um fim de semana no Hotel Paraíso das Ilhas, em Rio dos Cedros (SC).  O vencedor será conhecido no dia do lançamento. Toda renda dos livros vendidos durante o lançamento será repassada integralmente a Associação dos Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE).

Influência

Aos 53 anos, Pegoretti acredita que seu livro pode ajudar a influenciar jovens a ter coragem de perseguir seus sonhos e a não desistirem na primeira adversidade.

– Todos temos problemas a enfrentar. Como os enfrentamos é que determina a nossa trajetória – observa.

O empresário perdeu o pai quando ainda era criança. Sua mãe tinha apenas 29 anos e quatro filhos para criar. Em vez de ficar chorando, ela arregaçou as mangas e foi em busca de trabalho. Afinal, tinha quatro crianças que dependiam dela. Foi com esse exemplo de garra que Pegoretti cresceu para dar os primeiros passos na sua vida.

– Mesmo com tantos problemas e responsabilidades, sendo bem jovem, ela nunca esmoreceu. Estava sempre sorrindo e enfrentando as situações com calma e perseverança. Sempre esteve presente nas formaturas dos filhos e netos. Sentia orgulho e se emocionava com cada nova conquista – lembra.

Exemplo

Com este exemplo em casa, não tinha como ser diferente. Aos 12 anos, começou a trabalhar. As dificuldades passadas na infância fizeram com que o jovem buscasse alternativas para levar um pouco de tranquilidade para a mãe. Bem cedo, ele também aprendeu uma valiosa lição: se alguém podia chegar a um determinado lugar, ele também poderia, desde que se esforçasse e fosse atrás dos seus sonhos.

Aos 14 anos, Pegoretti teve seu primeiro emprego com carteira assinada na Cia. Hering, no setor de embalagem. Logo surgiu a oportunidade de trabalhar na área de informática e ele foi se desenvolvendo no segmento, que ganhava espaço na década de 80. Depois da experiência na Hering e de se formar em economia,  decidiu abrir o próprio negócio. Foi quando investiu toda a sua energia na Direta Assessoria Economia e Informática. Na década de 1990 a empresa lançou a primeira versão do Sistema ProSind.

Hoje o empresário tem quatro empresas. Para ele o importante é investir em negócios que ajudem outras pessoas a se desenvolver. A consequência disso será o retorno financeiro e social.

– Nossa missão é trabalhar para ajudar o mundo a se tornar um lugar melhor para se viver – afirma.

Estas e outras experiências são relatadas no livro.

Conteúdo de assessoria de imprensa, editado pelo AeF


+ Artigos
Todos os direitos reservados © Copyright 2009 - Política de privacidade - A opinião dos colunistas não reflete a opinião do portal